Saiba qual a diferença entre as duas doenças.

 

Embora os sintomas sejam semelhantes, os da gripe são bem mais intensos. Na cultura brasileira, qualquer espirro é sinônimo de gripe. Essa banalização do que é a gripe tem um inconveniente sério: em crianças, pessoas idosas ou imunodeprimidas, pode causar até a morte.

Os sintomas básicos da gripe e resfriado são os mesmos, como nariz entupido, coriza, espirros e dores de cabeça, mas na gripe geralmente a febre é mais elevada (acima de 38,8ºC), e o indivíduo apresenta dores musculares e grande mal-estar, podendo ter tosse forte com catarro.

Tanto gripes quanto resfriados são doenças infecciosas virais, sendo que a gripe é causada pelo vírus Influenza e o resfriado, principalmente, pelo Rhinovírus, o Adenovírus e Parainfluenza.

 

Como se transmitem?
• Por meio de gotículas eliminadas ao tossir ou espirrar.
Como prevenir?
• Lavar frequentemente as mãos com água e sabão ou gel alcoólico;
• Evitar locais aglomerados ou fechados;
• Cobrir a boca/o nariz com papel ao tossir ou espirrar;
• Vacinar-se.

 

Grupo prioritário para tomar vacina da gripe (Influenza), segundo o Ministério da Saúde:
• Crianças de 6 meses a menores de 5 anos;
• Gestantes e mulheres que deram à luz há pouco tempo (Puérperas);
• Trabalhador de saúde;
• Indivíduos com 60 anos de idade ou mais;
• Pessoas portadoras de doenças crônicas e outras condições clínicas especiais (Doença respiratória crônica, Doença cardíaca crônica, Doença renal crônica, Doença hepática crônica, Doença neurológica crônica, Diabetes, Imunossupressão, Obesos mórbidos, Transplantados, Síndrome de Down, dentre outras alterações genéticas);
• Povos indígenas;
• População privada de liberdade;
• Funcionários do sistema prisional.

 


Dr. Alexandre Ghelman, médico de família, médico do trabalho, neurologista e diretor da Interativa Saúde.